O caminho para a verdade é uma experiência

Este livro de Don Giussani reúne três escritos – de 1959, 1969 e 1964 – que deram uma primeira forma ao que se vivia no começo da experiência do Movimento de Comunhão e Libertação (então chamado “Giuventù Studentesca”).

O primeiro texto – Gioventù Studentesca: Reflexões sobre uma Experiência – alerta para o fato de que o anúncio cristão deve exprimir e defender o essencial da fé, e de que a adesão à verdade do fato cristão tem como grande condição a liberdade.

A própria natureza da liberdade faz com que o limite seja experimentado inevitavelmente como um sufocamento. Limitar o âmbito da partilha, tal como a nossa liberdade o torna possível, é renegar a si mesmo – é o pecado (isto é, o “defeito”, que na sua origem latina quer dizer “faltar” alguma coisa). Vem à mente o que diz o Senhor: “Quem comete o pecado contradiz a si mesmo”.
Com efeito, limitar a própria abertura de convivência é procurar impor uma medida própria à lei profunda do ser, é confundir o amor com um cálculo, é trocar a partilha com uma tentativa de domínio. (pág. 50)

A comunidade… está bem longe de ser um limite à personalidade.
Em um ser originalmente dependente como o homem, a liberdade começa sempre exatamente como aceitação. Quanto mais sabe aceitar, mais se põe em movimento. (pág. 56)

Estar em comunidade não é, pois, uma concordância exterior, uma simples convergência vinda de fora; Estar em comunidade é uma dimensão interior na origem de toda a ação.
Um gesto, para ser comunitário, deve ser concebido em sintonia com a comunidade, não apenas endereçado a um resultado comum. (pág. 57)

Dom Giussani (à direita) e seus jovens em praia de Varigotti nos anos sessenta

Dom Giussani (de batina, à direita) e seus jovens em oração na praia de Varigotti, Itália, nos anos sessenta

O segundo texto – Passos de Experiência Cristã – trata da dinâmica do encontro com Jesus, que resolve e esclarece a experiência humana, e o Espírito Santo, que torna possível hoje o encontro com Jesus e sua memória. O Espírito torna a Igreja o Corpo místico de Cristo, o lugar onde ocorrem milagres e se encontram os santos.

O poder mais sugestivo, aquele que fez com que Natanael se rendesse e que toma cada um de nós, e o domínio dos nossos pensamentos e dos nossos corações: a compreensão. (pág. 117)

Não existe nada que abale tanto o homem, abale a ponto de provocar o sentimento de entrega total, quanto ser descoberto e compreendido. (pág. 119)

O homem tende a alguma coisa e espera, e não sabe o quê. O dom do Espírito e a descoberta e aceitação de Cristo como centro de todas as coisas dão finalmente ao empenho do homem… um termo definitivo, uma consciência que cumpre a disposição da razão e realiza a premissa de uma liberdade plena, um objeto preciso e sem ambigüidades. (pág. 139)

Dom Giussani fala aos jovens em Varigotti

Dom Giussani fala aos jovens em Varigotti, Itália

O terceiro texto – Apontamentos de Método Cristão – aponta o florescer do cristianismo no mundo não como fruto da nossa cultura, mas como gesto da potência de Deus.

O cristianismo não nasce como fruto de uma cultura nossa ou como descoberta da nossa inteligência: o Cristianismo não se comunica ao mundo como fruto da modernidade ou da eficácia de nossas iniciativas. O Cristianismo nasce e se difunde no mundo pela presença do “poder de Deus”.
Este poder de Deus se revela em fatos, acontecimentos, que constituem uma realidade nova dentro do mundo, uma realidade viva, em movimento, e portanto uma história excepcional e imprevisível dentro da história dos homens e das coisas. (pág. 153)

Para expressar o conceito de seguir, São Paulo usa freqüentemente a palavra obediência. Obediência quer dizer abandonar a si para seguir um Outro, e a obediência é o único verdadeiro sacrifício, pois sacrifício, falando de modo cristão, não é necessariamente dor ou renúncia, mas identificar a própria vontade com a de um Outro, de Deus. (pág. 197)

O instrumento da convivência com toda a realidade humana feita por Deus é o diálogo. Portanto, o diálogo é o instrumento da missão. (pág. 224)

 

Produtos relacionados:

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.